07 junho 2014

Beijada pelo sol



 Era cerca de 6:00 da manhã quando saí de casa pra refrescar a cabeça e ver o nascer do sol. Cheguei ao parque da cidade e sentei no morro mais alto que pude encontrar, naquele momento éramos eu, meus pensamentos e o mundo.
 Os primeiros raios começaram a irradiar beijando minha pele alva. Fechei os olhos. Enquanto o sol brilhava pelo resto do bosque e de meu corpo, a brisa fazia flutuar meus cabelos rubros. Tudo o que sentia me levava até você. O calor do sol me lembrava o calor das tuas mãos, dos teus beijos. A paz da brisa me lembrava teu estado de espírito. Sorri.
 Era como se eu estivesse contigo só por estar conectada à natureza. Era como se você estivesse comigo só pelo motivo de eu desejar isso mais do que qualquer outra coisa.
 Do outro lado de uma rodovia sem fim, você sentia o mesmo por mim.

2 comentários:

  1. sensação de paz de espirito só de ler essas palavras e visualizar a cena. Você escreve bem. :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, logo estarei postando mais por aqui ;)

      Excluir

 renata massa